avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Em Portugal já foram observadas 19 espécies de gaivotas.
Para ajudar os que se encontram menos familiarizados com este grupo de aves,
apresenta-se nesta página uma lista comparativa das especies que ocorrem no nosso país.

Para saber mais sobre qualquer uma das espécies referidas, basta clicar no nome ou na imagem
As 19 gaivotas de Portugal
Gaivota-d'asa-escura

Dorso escuro e patas amarelas.
Os juvenis são acastanhados.

Ocorre principalmente no Outuno e no Inverno,
tanto no litoral como nas
zonas húmidas de interior.
Gaivota-argêntea

Tem o dorso prateado, as pontas das asas são
pretas, o bico e as patas são amarelos.

Nidifica nas Berlengas e e na costa sudoeste,
podendo ser vista ao longo de toda a costa
portuguesa.
Guincho

Mais pequeno que as espécies anteriores.
Patas e bico vermelhos, ponta das asas escura.

É comum de Agosto a Março em todo o litoral e
também ocorre em albufeiras do interior.
Gaivota-de-cabeça-preta

Tamanho semelhante ao do guincho, brancas.

Pode ser vista regularmente no litoral centro e
sul, sobretudo de Setembro a Março.
Gaivota de Audouin

Tamanho intermédio entre o guincho e a
gaivota-argêntea. Bico vermelho.

Ocorre quase exclusivamente no Algarve,
sendo rara no resto do país. É mais comum
durante o Verão, sobretudo em Agosto.
Alcatraz

É a maior das nossas gaivotas. Os adultos têm
as asas escuras e as patas rosadas.

Ocorre ao longo de toda a costa portuguesa,
geralmente no meio de bandos de
gaivotas-d'asa-escutra.
Gaivota-parda

Ligeiramente maior que a
gaivota-de-cabeça-preta, tem o dorso e as
asas cinzentas e as patas esverdeadas.

Ocorre de Novembro a Março no litoral norte e
centro, mas sempre em números reduzidos.
Gaivota-de-bico-fino

Muito parecida com o guincho, distinguindo-se
Muito parecida com o guincho, distinguindo-se
pela cabeça mais alongada sem manchas
escuras e pelos tons rosados no ventre.

Aparece esporadicamente na reserva de Castro
Marim, sendo rara no resto do pais.
Gaivota-pequena

É a mais pequena das gaivotas,
distingue-se pelas asas arredondadas,
que são claras por cima e escuras por baixo.

Ocorre como invernante e migradora de
passagem, é rara nuns anos e comum noutros.
Gaivota-tridáctila

Os adultos identificam-se facilmente pelo bico
amarelo e pelas patas pretas, os imaturos têm
uma risca larga nas asas.

Esta gaivota de hábitos pelágicos é bastante
rara em terra, mas em Janeiro de 2009 milhares
de individuos apareceram na costa portuguesa.
Gaivota-hiperbórea

Grande gaivota, facilmente identificável pela
plumagem predominantemente branca.

Trata-se de uma gaivota oriunda
das regiões árcticas, que é bastante rara
nas nossas latitudes.
Gaivota de Sabine
O padrão triangular preto e branco são a
imagem de marca desta gaivota.

Nidifica nas regiões árcticas e inverna no
hemisfério sul, passando ao largo da costa
portuguesa no final do Verão. Rara junto a terra.
Gaivota-de-bico-riscado

Um pouco maior que a gaivota-parda,
à qual se assemelha; os adultos têm
um anel preto no bico amarelo

Esta gaivota de origem americana é
actualmente bastante regular nas costas
europeias, incluindo em Portugal
Gaivota-risonha

O bico preto e comprido e as patas pretas
são as características que permitem
distinguir esta gaivota.

Oriunda do continente americano, é uma
espécie muito rara em Portugal Continental.
Gaivota-polar

Um pouco mais pequena que a
gaivota-hiperbórea, com a qual
pode facilmente ser confundida

Tal como a espécie anterior, é uma gaivota
característica de regiões setentrionais,
que só raramente aparece entre nós.
Gaivota-prateada

Bastante parecida com a gaivota-argêntea,
distinguindo-se pelas patas rosadas e pelo
manto um pouco mais claro.

Nidifica nas costas do centro e do norte da
Europa, aparecendo esporadicamente em
Portugal durante os meses de Inverno.
Para além das 16 espécies que se encontram ilustradas, existem registos de três outras espécies
de origem americana: a
gaivota de Franklin e a gaivota de Bonaparte e a gaivota-prateada-americana.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites