avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Ilha de Armona
Esta ilha-barreira, situada a sueste de Olhão, separa a ria Formosa
do oceano. Na sua ponta ocidental, existem varias centenas de
habitações, principalmente casas de férias. O resto da ilha e
composto sobretudo por dunas com vegetação rasteira e alguns
pinheiros.
Visita:
O barco que faz a ligação a partir de Olhão pára no extremo oeste da ilha, onde se situa o aglomerado
habitacional. Este é atravessado por uma única 'rua', que conduz à praia. A maioria das casas é muito
pequena e entre elas existem várias árvores, que em geral atraem alguns passeriformes, em especial na
migração. Há também um pequeno pinhal no extremo sudeste da localidade.

Para sudoeste fica situada a Barra da Armona, que separa a ilha de Armona da ilha da Culatra. Durante a
maré baixa, emergem aqui vários bancos de areia e nessa altura este é um bom local para procurar
gaivotas,
corvos-marinhos e diversas espécies de limícolas, nomeadamente o ostraceiro, o fuselo e a
tarambola-cinzenta.

O resto da ilha é essencialmente arenoso e quase desprovido árvores, tendo apenas vegetação rasteira.
Esta zona constitui o habitat da calhandrinha-das-marismas. Este pequeno alaudídeo é geralmente
encontrado ao longo da faixa central, entre a duna primária e o sapal, mas pode ser necessário caminhar
alguns quilómetros para a encontrar. Outras espécies características deste habitat são o
alcaravão e a
cotovia-de-poupa.

No seu extremo oriental, a ilha é muito estreita. Esta zona, também chamada 'Ilha da Fuseta', oferece boas
vistas sobre a Ria Formosa e durante a maré baixa é possível observar inúmeras aves aquáticas em
alimentação, nomeadamente a
garça-branca-pequena, o colhereiro e diversas espécies de limícolas. A
calhandrinha-comum observa-se regularmente nesta parte da ilha, assim como a
alvéola-amarela. Quando
o vento sopra do leste, surgem frequentemente outros passeriformes em passagem migratória.
Melhor época: Outono, Inverno e Primavera

Distrito: Faro
Concelho: Olhão
Onde fica: A sueste de Olhão. A maneira mais fácil de chegar a Armona é de barco a partir de Olhão
(horarios
aqui). O extremo leste ('Ilha da Fuseta'), pode também pode ser alcançado por barco a partir da
Fuseta, mas as travessias regulares apenas têm lugar de Abril a Outubro (mais informação
aqui), fora deste
período a travessia apenas é possível em 'aquataxi'.

Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Vista parcial da ilha de Armona; espécies típicas deste habitat dunar são o alcaravão e a calhandrinha-das-marismas
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Aspecto da ria Formosa vista a partir da 'ilha da Fuseta'. Muitas ave s aquáticas vêm aqui alimentar-se durante a maré baixa.