avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Serra da Coroa
Visita:
O principal eixo viário para explorar a serra da Coroa é formado pelo conjunto das estradas nacionais 316
(entre Vinhais e Salgueiros) e 308 (entre Salgueiros e a fronteira de Moimenta). A partir deste eixo saem
diversas estradas municipais, que permite aceder a um grande número de aldeias, visitando diferentes
habitats. Algumas espécies, como a
rola-brava, o rabirruivo-preto, o estorninho-preto e o pintarroxo,
encontram-se bem distribuídos e são relativamente fáceis de observar em qualquer visita à serra. Para
outras espécies é necessário visitar diferentes zonas da serra. Seguidamente apresentam-se algumas
sugestões de locais interessantes para a observação de aves.
A aldeia de
Tuizelo situa-se numa zona onde existem frondosos castanheiros. Este é um dos melhores
locais para observar o
rabirruivo-de-testa-branca. Outras espécies presentes neste local incluem o pardal-
montês e o pisco-de-peito-ruivo.
A estrada para
Travanca atravessa algumas zonas de altitude, onde os terrenos abertos alternam com
pequenos carvalhais e plantações de resinosas (principalmente pinheiro-de-casquinha). Nesta zona podem
ver-se a
petinha-das-árvores, a felosa-ibérica, a toutinegra-carrasqueira e o papa-amoras. Na aldeia
propriamente dita existe um ninho de
cegonha-branca, sendo esta uma espécie relativamente escassa
nesta região do país.
No extremo norte do parque, junto à fronteira de
Moimenta, ocorrem algumas aves típicas de zonas de maior
altitude, como a
laverca e o chasco-cinzento. Aqui também ocorre o tartaranhão-caçador e, por vezes, o
abelharuco, que é uma ave pouco comum na “terra fria” transmontana.
Melhor época: Abril a Julho

Distrito: Bragança
Concelho: Vinhais
Onde fica: no norte de Trás-os-Montes, integrada no Parque Ocidental de Montesinho, do qual forma a parte
ocidental. O acesso principal é feito pela vila de Vinhais, servida pela N103, que liga Braga a Chaves.
Alternativamente, pode fazer-se o acesso pelo lado norte (Galiza), a partir da auto-estrada que liga Ourense
a Zamora.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Na zona de Moimenta, junto à fronteira, a paisagem é formada por terrenos abertos e matos.
Perto de Tuizelo existem alguns soutos, que são um bom local para procurar o rabirruivo-de-testa-branca.
Apesar de não ser muito conhecida, a Serra da Coroa eleva-se a uns
respeitáveis 1272 metros, contando por isso com um lugar de honra
entre as doze mais altas de Portugal. Integrada do Parque Natural de
Montesinho, esta zona é uma das melhores do país para ver aves e não
deve ser ignorada por nenhum observador de aves que se desloque a
Trás-os-Montes.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites