avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Lagoa dos Salgados
Situada sobre os antigos sapais de Pera, a lagoa dos Salgados
tornou-se nos últimos anos num dos locais de observação de aves
mais visitados do Algarve.
Visita:
A distribuição das aves neste local varia bastante em função dos níveis de água na lagoa, sendo
aconselhável começar por efectuar um reconhecimento da zona.

Embora a zona não seja muito grande, o percurso pode ser dividido em dois segmentos distintos: a zona
sul e a zona oeste. Ambos os percursos têm início no parque de estacionamento.


Zona sul
Este percurso desenvolve-se ao longo da parte sul da lagoa, paralelamente ao cordão dunar. É feito através
da passadeira de madeira que percorre a margem sul da lagoa, não oferecendo por isso qualquer
dificuldade e permite observar diversas espécies de aves.

Nas águas livres da lagoa observa-se habitualmente o
galeirão-comum e o mergulhão-pequeno, enquanto
que as manchas de juncos servem de abrigo a
galinhas-d’água. Existem também algumas manchas de
caniço, que na Primavera são frequentadas pelo
garçote. Entre os patos, a espécie mais frequente é o pato-
real, mas é habitual haver alguns zarros-comuns, frisadas e patos-trombeteiros. No Outono e no Inverno o
número de patos pode atingir as várias centenas; nessas épocas, para além das espécies ja referidas, é
fácil observar bandos de
marrequinhas e, com sorte, algum arrabio ou um pato-de-bico-vermelho.

As ilhotas existentes no meio da lagoa são frequentemente utilizadas por bandos de gaivotas como local de
repouso. Estes bandos merecem sempre um olhar atento, pois além das espécies mais habituais (
gaivota-
argêntea, gaivota-d'asa-escura e guincho-comum) não é raro aparecerem outras espécies, como a gaivota-
de-cabeça-preta e a gaivota-de-audouin.

Vale igualmente a pena prospectar o campo de golfe situado na margem oposta, pois aí observam-se
geralmente dois ou três
caimões, bem como galeirões-comuns e bandos de estorninhos-pretos.

Durante as épocas de migração nao é raro aparecerem por aqui andorinhas-do-mar, havendo diversas
observações de pequenos bandos de
gaivinas-pretas.

No que se refere a passeriformes, as espécies habitualmente presentes ao longo deste percurso são a
cotovia-de-poupa, a fuinha-dos-juncos e o rouxinol-bravo. Ocasionalmente vê-se um ou outro tecelão-de-
cabeça-preta, por entre a vegetação emergente.


Zona oeste
Voltando ao parque de estacionamento e saindo agora para norte, ao longo da margem da lagoa, chega-se
a uma outra estrutura de observação (uma barreira de madeira) -
NOTA: em Setembro de 2014 esta
estrutura foi vandalizada, encontrando-se parcialmente destruida
.

Esta é a melhor zona da lagoa para observar limícolas, variando o seu número em função do nível da água
e da época do ano. O
pernilongo, a rola-do-mar, o maçarico-de-bico-direito, o maçarico-das-rochas, o perna-
vermelha-comum e o perna-verde-comum são algumas das espécies observadas com mais frequência.
Por vezes também aparece o
fuselo. Duranta as épocas de migração surgem igualmente o combatente, o
pilrito-de-bico-comprido e o maçarico-bastardo.

Outras aves interessantes que podem ser vistas habitualmente neste local são o
flamingo (por vezes em
concentrações apreciáveis, sendo de assinalar o facto de ter havido uma tentativa de reprodução na
Primavera de 2010), a
íbis-preta, o colhereiro, o tartaranhão-ruivo-dos-pauis e o garajau-grande (este último
é invernante na zona).


Parque de estacionamento
Os terrenos envolventes ao parque de estacionamento são frequentados por diversas espécies de aves
terrestres, com destaque para os passeriformes: entre os residentes, os mais habituais são a
cotovia-de-
poupa, o cartaxo-comum e a fuinha-dos-juncos; também é habitual a presença de duas ou três pegas-
rabudas. No Outono observam-se frequentemente alguns migradores transarianos, como o cartaxo-
nortenho e o chasco-cinzento; e no Inverno estes terrenos são frequentados pela laverca e pela alvéola-
branca. Entre as aves de maior porte, destaca-se a ocorrência habitual do peneireiro-vulgar.
Melhor época: todo o ano

Distrito: Faro
Concelho: Silves
Onde fica: perto da localidade de Pera, cerca de 2 km a nascente da praia de Armação de Pera. O acesso a
partir da N125 é feito por Alcantarilha, seguindo as setas para a Praia Grande. Logo após o café “Dunas
Bar”, surge uma bifurcação, devendo tomar-se o caminho da esquerda (não asfaltado) que conduz ao
parque de estacionamento. Também é possível chegar ao local a partir de Albufeira, tomando neste caso a
estrada que sai para oeste e passa por Vale da Parra.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
Na lagoa dos Salgados existem manchas de vegetaçao emergente que servem de refúgio a várias espécies de aves aquáticas
Aves aquáticas:
frisada, marrequinha, pato-real, arrabio, pato-trombeteiro, pato-de-bico-vermelho, zarro-comum,
mergulhão-pequeno, corvo-marinho-de-faces-brancas, garçote, garça-branca-pequena, garça-real,
garça-vermelha, colhereiro, íbis-preta, flamingo, galinha-d’água, caimão, galeirão-comum, pernilongo,
alfaiate, borrelho-grande-de-coleira, borrelho-de-coleira-interrompida, pilrito-das-praias,
pilrito-de-bico-comprido, combatente, narceja-comum, maçarico-de-bico-direito, fuselo,
maçarico-galego, perna-vermelha-comum, perna-verde-comum, maçarico-bastardo,
maçarico-das-rochas, rola-do-mar, gaivota-de-cabeça-preta, guincho-comum, gaivota-de-audouin,
gaivota-d’asa-escura, gaivota-argêntea, andorinha-do-mar-anã, garajau-grande, gaivina-preta,
guarda-rios

Grandes aves terrestres:
garça-boieira, cegonha-branca, tartaranhão-ruivo-dos-pauis, peneireiro-vulgar, poupa

Passeriformes:
calhandrinha-comum, cotovia-de-poupa, laverca, andorinha-das-rochas, alvéola-amarela,
alvéola-branca, pisco-de-peito-azul, cartaxo-nortenho, cartaxo-comum,
chasco-cinzento, rouxinol-bravo, fuinha-dos-juncos, rouxinol-pequeno-dos-caniços, felosa-comum,
pega-azul
, pega-rabuda, estorninho-preto, tecelão-de-cabeça-preta, pintarroxo, trigueirão

Raridades:
ganso do Canadá, pato-ferrugíneo, zarro-americano, pato-de-rabo-alçado, galeirão-de-crista,
tarambola-americana, pilrito-canela, maçarico-de-bico-comprido, perna-amarela-pequeno,
maçarico-sovela, gaivota de Franklin, andorinhão-de-rabo-espinhoso
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites