avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
São Martinho do Porto
A vila de São Martinho do Porto, com a sua famosa “concha” é,
desde há muito tempo, um importante local de veraneio.
Durante o Verão, o movimento de visitantes é muito intenso,
mas fora da época balnear, a vila volta à sua pacatez habitual.
Nesta zona é possível observar algumas aves interessantes,
tanto terrestres como aquáticas. No Inverno, a baía serve de
refúgio durante períodos de mau tempo.
Visita:
A praia de São Martinho é um bom local de observação de gaivotas durante os meses de Inverno, tendo já
sido observadas concentrações importantes de
gaivotas-de-bico-riscado, gaivota-parda e
gaivota-de-cabeça-preta. As gaivotas concentram-se geralmente no extremo norte da praia, mesmo em
frente à vila. Também é frequente observarem-se alguns
pilritos-das-praias, que se alimentam junto à
rebentação.

A
baía de São Martinho é ocasionalmente usada como local de refúgio por aves marinhas, como o
pato-preto. Os garajaus observam-se frequentemente a pescar sobre as águas da baía.

No
centro histórico da vila pode ver-se o andorinhão-pálido e o rabirruivo-preto. O melhor ponto de
observação situa-se no Largo José Bento da Silva (ao cimo da Calçada Dom Pedro V), que oferece uma
boa perspectiva sobre a baía.

O
monte do Facho, situado um pouco a norte da vila, é acessível pela EN 242-7. Este local oferece uma boa
perspectiva sobre as falésias e a barra de São Martinho. A
gaivota-argêntea voa habitualmente junto às
escarpas e durante a Primavera e o Verão este é um local de observação do
andorinhão-real.

Um pouco a norte da vila, ao longo da estrada nacional 242, existem alguns pinhais, onde se observa o
chapim-carvoeiro. Do lado sul da vila, perto da ETAR, a paisagem é dominada por terrenos agrícolas e
baldios, que são frequentados pelo
peneireiro-vulgar, pela garça-boieira, pelo cartaxo-comum e pelo
estorninho-preto. Por vezes observam-se aqui pequenos bandos de pardais-monteses e bicos-de-lacre. As
dunas são frequentadas pela
cotovia-de-poupa. Do lado direito da estrada, na direcção de Alfeizerão, existe,
desde há alguns anos, um ninho de
cegonha-branca, espécie rara nesta região.

A zona de
Salir do Porto, situada no extremo sul da baía, tambem merece uma visita. Aqui desagua o rio
Tornada e na maré baixa observam-se aqui pequenos bandos de gaivotas e limícolas. Ao longo da ribeira
ocorrem a
galinha-d'agua e a garça-real.
Melhor época: Novembro a Março para gaivotas e outras aves aquáticas, Março a Junho para
andorinhão-real. Durante os meses de Verão o número de visitantes é muito elevado, tornando o local
pouco apropriado à observação de aves.

Distrito: Leiria
Concelho: Alcobaça
Onde fica: cerca de 15 km a norte das Caldas da Rainha e 15 km a sul da Nazaré. O acesso é feito pela A8
até ao nó de Alfeizerão e depois pela estrada nacional 242.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
A baía de São Martinho do Porto, vista a partir o Monte do Facho. Neste local, o andorinhão-real é frequente.
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites