Esta espécie pertence à Ordem Passeriformes.

Muitos observadores ainda não viram em Portugal este tordo oriundo do norte da Europa. Contudo, a espécie é bem conhecida dos caçadores.

 

Taxonomia

Ordem: Passeriformes
Família: Turdidae
Género: Turdus
Espécie: Turdus pilaris Linnaeus, 1758
A espécie é monotípica.

Identificação

Grande tordo, de tamanho quase semelhante a uma tordoveia. Caracteriza-se pela cauda longa, pelo dorso castanho, pelo uropígio cinzento e pelo peito tingido de bege ou ocre, com pintas castanhas. Quando em voo, são visíveis as coberturas inferiores brancas.

Sons

Para ouvir a vocalização do tordo-zornal, clique na seta abaixo!

Abundância e Calendário

Este tordo é relativamente raro em Portugal.Embora ocorra todos os anos, surge geralmente em densidades muito baixas. Parece ser um pouco mais frequente na metade norte que no sul. Está presente sobretudo de Novembro a Fevereiro e associa-se por vezes a outras espécies de tordos.

Mapas

Onde Observar

Devido às baixas densidades com que ocorre e às flutuações inter-anuais, não é possível indicar locais concretos para observar esta espécie, sabendo-se contudo que ocorre com alguma frequência na serra da Estrela, em particular junto às Penhas da Saúde.

Saber Mais

Os tordos podem ser difíceis de identificar, uma vez que as várias espécies são relativamente parecidas. Neste pequeno tutorial passamos em revista os principais critérios de identificação de cada espécie.

 

 

 

Documentação

Ficha do tordo-zornal no Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal (edição 2005)

Ligações externas