avesdeportugal.info
© avesdeportugal.info - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Albufeira da Toulica
Nesta pequena albufeira ocorrem diversas
especies de aves aquáticas, enquanto que a zona
envolvente alberga diversas especies terrestres
interessantes. Uma visita a este local pode
facilmente ser conjugada com uma incursao à
vizinha localidade de
Segura.
Visita:
A estrada nacional 332, que liga Zebreira a Medelim, percorre o paredão da barragem e permite obter uma
boa perspectiva sobre a albufeira.
Na albufeira propriamente dita observam-se habitualmente o
mergulhão-de-crista, a garça-real, o pato-real e
o
maçarico-das-rochas. No Inverno pode também ver-se o corvo-marinho-de-faces-brancas. Em Fevereiro
de 2009 foi aqui vista a
garça-branca-grande, que é uma espécie rara na região.
A albufeira divide-se em duas braças, que podem ser facilmente visitadas graças a caminhos que
percorrem ambas as margens.

A
margem sul é percorrida por um caminho estreito que permite observar a braça sul em boas condições de
luz. Logo à saída do paredão, uma pequena mancha de tabua (visível em primeiro plano na foto) serve de
refúgio ao
rouxinol-bravo. Um pouco mais adiante, as zonas envolventes encontram-se cobertas por
giestais, que são frequentados pela
felosa-do-mato, pelo pintarroxo e, na Primavera, pela felosa-poliglota.
Por vezes observam-se aqui grandes bandos de
abelharucos, que vêm alimentar-se sobre o plano de água.

No caso da
margem norte, os acessos são melhores, mas a luz para ver a albufeira é menos favorável.
Aqui vale a pena dirigir a atenção para os terrenos envolventes. Estes são bastante abertos, sendo
frequentados por espécies caracteristicas destes habitats, como a
perdiz, o picanço-real, o trigueirão, o
pintarroxo e a pega-rabuda. Esta última é parasitada pelo cuco-rabilongo, que a partir de finais de Fevereiro
faz ouvir as suas vocalizações ruidosas. Estes terrenos abertos são também um bom local para ver o
sisão
e, no Inverno, o
abibe e a tarambola-dourada.
Melhor época: desconhecida

Distrito: Castelo Branco
Concelho: Idanha-a-Nova
Onde fica: na parte oriental da Beira Baixa, a cerca de 50 km de Castelo Branco. O acesso a partir desta
cidade é feito tomando a N240 na direcção de Monfortinho. Ao chegar a Zebreira, deve virar-se à esquerda
pela N332. A barragem surge ao fim de 4 km.


Caso pretenda conhecer outros locais para observar aves nesta região, sugerimos:
A albufeira da Toulica, vista do lado sul
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Novidade!

Guia Prático de
Observação de Aves no
Distrito de Castelo Branco

obtenha gratuitamente aqui